A REBELIÃO DOS BÁRBAROS

Boadiceia interpretada por Kirsty Mitchell

Os icenos iam para a batalha com sua pele tingida, ouro em volta do pescoço e capacetes adornados com estranhos desenhos de animais e imagens místicas.Boadiceia nasceu de uma descendência real em 21 d.C. Um registro diz que ela era “dotada de inteligência superior à maioria das mulheres. Ela era alta e seu cabelo era descrito como ruivo ou castanho avermelhado, indo até abaixo da sua cintura.

 

O marido de Boadiceia, Prasutagus, era rei dos icenos, uma tribo de guerreiros celtas orgulhosos da província romana de Britânia. O império fez inúmeras tentativas de desarmar e derrotar os icenos, mas não teve sucesso, decidindo, em última instância, selar a paz em vez de continuar lutando contra os rebeldes. Prasutagus se tornou um aliado favorito. Ele fez do imperador romano um coerdeiro de seu reino, junto com sua mulher e suas duas filhas. Em troca, os icenos receberam grandes empréstimos de Roma.

 

Com a morte do rei, Roma ignorou seu pedido de deixar o reino para suas filhas. Suas terras foram anexadas a Roma, como se tivessem sido conquistadas. Quando se opôs, Boadiceia foi espancada e suas filhas estupradas. Icenos foram arrancados de suas propriedades, e os parentes do rei escravizados.

 

Boadiceia jurou se vingar dos romanos pelo estupro de suas filhas e as mortes em sua tribo. Mas sozinhos, os icenianos não poderiam derrotar a ameaça romana, cada vez maior. Agora líder de seu povo, Boadiceia reuniu várias tribos britânicas – todas em perigo de aniquilação nas mãos de Roma – e as convenceu a se juntarem a ela em uma rebelião contra o império. Ela, então, esperou uma oportunidade para atacar.

 

Movido pela raiva e pelo desejo de liberdade, o exército de Boadiceia atacou toda a Britânia em uma campanha de morte e fogo contra os assentamentos romanos da ilha, destruindo três grandes centros do poder romano, matando civis “romanizados” e uma legião romana. As batalhas foram algumas das mais brutais empreendidas contra Roma.

 

O governador de Roma, Paulino, não podia deixar que a rebelião continuasse. Os dois exércitos finalmente se encontraram em uma planície não muito distante de Londínio. O conflito durou horas, mas em uma batalha convencional, as forças de Boadiceia não eram páreo para as tropas disciplinadas romanas.

 

Inúmeros britânicos foram abatidos enquanto fugiam. Os romanos mataram civis desarmados e animais de carga que viajavam com o exército de Boadiceia. As fontes divergem quanto ao destino de Boadiceia. Alguns dizem que ela fugiu do campo de batalha, mas morreu logo em seguida. O historiador Tácito acredita que ela se envenenou, mas outro registro diz que ela morreu de uma doença enquanto planejava um novo ataque.

 

Seja qual for a verdade, não só a resistência britânica ao poder romano havia sido quebrada como o nome de Boadiceia entraria para a história como a primeira a unir o povo da Britânia.