CAÇANDO HITLER

Lenny DePaul

Enquanto líder da maior força de rastreamento de fugitivos do mundo, Lenny DePaul passou mais de três décadas perseguindo os criminosos, terroristas e traficantes mais perigosos do mundo. No ano passado, ele deixou o cargo de inspetor-chefe e comandante da US Marshall Fugitive Task Force, onde ele supervisionou mais de 380 oficiais de mais de 90 agências federais, estaduais e locais. Sob seu comando, a força-tarefa contou com mais de 100 prisões de fugitivos por semana e sua única obrigação era responder ao congresso americano.

Antes disso, DePaul passou cinco anos na marinha americana e outros cinco protegendo alvos valiosos para o serviço secreto dos EUA. Ele sempre dominou as ferramentas e táticas necessárias para ser um caçador humano de sucesso e vive conforme uma citação de Ernest Hemingway: “Não há caça melhor que a caça humana, e aqueles que já caçaram homens armados o suficiente e gostaram disso nunca mais quiseram saber de outra coisa”.

Graças aos muitos êxitos de sua equipe de caça humana, DePaul foi chamado diversas vezes para localizar fugitivos em caso de falha de outras agências. Sejam os terroristas de Boston ou os atiradores de Washington, a habilidade de DePaul para descobrir o rastro de fugitivos é uma das razões pelas quais ele é um dos caçadores humanos mais respeitados do mundo.