DE VOLTA PARA O FUTURO

Marty McFly

Marty nasceu em 12 de junho de 1968, em Hill Valley, Califórnia. Ele é o irmão mais novo dos três filhos de George e Lorraine McFly. Seus irmãos são Dave e Linda e sua namorada Jennifer Parker. Seu melhor amigo é o cientista Emmett Brown, quem ele chama de “Doc”. No primeiro filme da trilogia, ficamos com uma leve impressão de que Marty tem vergonha de sua família e não passa muito tempo em casa, preferindo ficar com Doc ou Jennifer. Nas primeiras versões do roteiro, Marty era um falsificador de vídeos.

Marty é um adolescente despreocupado; ele não é exatamente o melhor estudante, mas suas notas são aceitáveis, embora chegue sempre atrasado na escola. Ele toca guitarra na banda The Pinheads e ouve Huey Lewis and the News, ZZ Top, Chuck Berry e Van Halen. Além disso, é um skatista habilidoso.

Quando está em perigo, Marty mostra coragem e pode ser muito engenhoso, astuto e inteligente. Seu maior defeito é seu caráter, especialmente quando ele cisma em mostrar valentia. Marty não suporta que o chamem de covarde, uma característica que compartilha com o personagem de James Dean em “Juventude Transviada” – longa filmado em 1955, ano para o qual viaja Marty. No entanto, perto do final de “De Volta para o Futuro III”, Marty se dá conta de que não precisa provar o seu valor o tempo todo e evita o que poderia ter sido uma grande tragédia em sua vida: uma colisão com um Rolls-Royce Silver Cloud, ao ser desafiado para uma corrida.

A razão pela qual Marty sente vergonha de sua família é porque seu pai, George, é um fracassado, um homem muito medroso e submisso ao seu chefe, Biff, que o trata como serviçal. No primeiro filme, ele ajuda seu pai a melhorar de vida, sem saber que conseguiria fazer com que sua família fosse rica. Marty parece ser o único McFly que tem bom senso e astúcia para enfrentar os valentões.