A BÍBLIA

São Paulo

Cidadão romano da cidade de Tarso, na província de Mersin, um dos maiores centros comerciais na costa do Mediterrâneo, seu nome era Saulo, também conhecido como Paulo ou São Paulo. Descendente de uma família judia devota, Saulo foi criado em Jerusalém, "aos pés de Gamaliel, que é considerado um dos maiores professores nos anais do Judaísmo" (Atos 5:34-39). Saulo foi um apóstolo – embora não um dos doze – que geralmente é considerado como uma das figuras mais importantes da Era Apostólica, e um dos mais influentes escritores do cristianismo primitivo, cuja autoria de treze* dos vinte e sete livros do Novo Testamento é a ele atribuída, embora tal afirmativa seja contestada por estudiosos modernos em seis** destes livros.
Perseguidor dos primeiros discípulos de Jesus na região de Jerusalém, durante uma viagem à Damasco, numa missão para caçar cristãos e os levar presos, Saulo recebe a aparição de uma forte luz vinda do céu que assusta seu cavalo e o joga no chão e, uma voz vinda não se sabe de onde, o questiona: “Saulo, por que me persegues?” (Atos 9:4).

Espantado com a luz e com a voz, ele indaga: “Quem és, Senhor?” (Atos 9:5). A voz responde: “Jesus, a quem tu persegues. Levanta-te, entra na cidade e te dirão o que deves fazer” (Atos 9:6).

Saulo, por sua vez, ergue-se do chão, mas percebe que ficou cego com tamanha luz. Ainda em Damasco, permaneceu por três dias e três noites jejuando e refletindo sobre o estranho acontecimento, até ser visitado por Ananias, um discípulo de Cristo, que lhe diz: Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que te apareceu no caminho por onde vinhas, me enviou, para que tornes a ver e sejas cheio do Espírito Santo (Atos 9:17). Nesse exato momento, duas escamas caem dos olhos de Saulo (Atos 9:18), que volta a ver. Em seguida, ele é batizado e convertido do Judaísmo para o Cristianismo.
O uso do nome "Paulo" no lugar de "Saulo" começa a aparecer no livro Atos, em sua primeira jornada missionária para pregar o cristianismo. Tal fato ficou, equivocadamente,  conhecido como se fosse Jesus que mudara seu nome. Porem, de acordo também com o livro Atos, ele herdou a cidadania romana de seu pai e como cidadão romano, ele também tinha o nome latino de "Paulo". Tal afirmação pode ser confirmada, durante diversas passagens da Bíblia, que o citam com o nome de Saulo após sua conversão.

A conversão de Paulo mudou radicalmente o curso de sua vida. Com suas atividades missionárias e obras, Paulo acabou transformando as crenças religiosas e a filosofia de toda a região da bacia do Mediterrâneo.

A influência que exerceu no pensamento cristão é chamada de "paulinismo" e foi fundamental por causa do seu papel como proeminente apóstolo do Cristianismo durante a propagação inicial do Evangelho pelo Império Romano. Paulo ensinou sobre a vida e obra de Jesus Cristo e sua doutrina de uma Nova Aliança estabelecida por meio da morte de Jesus e ressurreição.

Embora contenham poucas informações sobre seu passado, a principal fonte de informação sobre sua vida é o livro de Atos e o material encontrado em suas epístolas. Até hoje, tais epístolas continuam a ser as raízes vitais da teologia.

A Bíblia não diz como ou quando Paulo morreu, porém, em torno de 110 D.C, o bispo Inácio de Antioquia, discípulo do apóstolo João, escreve que Paulo foi martirizado. A tradição cristã sustenta que Paulo foi decapitado em Roma durante o reinado de Nero em torno de meados dos anos 60 em San Paolo alle Tre Fontane.

Em junho de 2009, o Papa Bento XVI anunciou os resultados de uma escavação sobre o túmulo de Paulo na Basílica de Basílica de São Paulo Extramuros. O sarcófago não foi aberto, mas foi examinada por meio de uma sonda, que revelou peças de incenso, de púrpura, linho azul, e pequenos fragmentos ósseos. Os ossos foram datados entre o primeiro ou segundo século. De acordo com o Vaticano, estes resultados são consistentes com a tradição de que o túmulo é de Paulo. No sarcófago foi escrito em latim: "Paulo apóstolo mártir".


* Romanos , I Coríntios , II Coríntios, Gálatas , Filipenses , I Tessalonicenses, II Tessalonicenses, Filémon, Efésios, Colossenses, Timóteo I, Timóteo II e Titus.
** Efésios, Colossenses, II Tessalonicenses , Timóteo I, Timóteo II e Titus.