Hoje na história

17.Abr.1996

Acontece o Massacre de Eldorado dos Carajás, no Pará

Em 17 de abril de 1996, 19 sem-terra que participavam de uma manifestação foram mortos pela Polícia Militar no sudeste do Pará. O episódio ficou conhecido como Massacre de Eldorado dos Carajás, localidade que foi palco das mortes. Outros dois trabalhadores não resistiram aos ferimentos e morreram dias depois.

Naquele dia, 155 policiais militares cumpriam ordens para desobstruir uma rodovia bloqueada por trabalhadores rurais que marchavam rumo a Belém. O objetivo da marcha era pedir a desapropriação da Fazenda Macaxeira, que abrigava um acampamento de sem-terra. 

Após o acirramento das tensões, policiais atiraram contra os agricultores, deixando 19 mortos. Outras 60 pessoas ficaram feridas. O comando da operação estava a cargo do coronel Mário Colares Pantoja, que foi afastado, no mesmo dia, ficando 30 dias em prisão domiciliar. 

Entre os denunciados pelo massacre, apenas o coronel Pantoja e o major José Maria Pereira de Oliveira foram condenados, a 228 e 154 anos de prisão, respectivamente. Eles foram presos em 2012. Todos os outros policiais foram absolvidos, e o ex-governador Almir Gabriel não chegou a ser denunciado. No local do massacre, estabeleceu-se o Assentamento 17 de Abril, formado em sua maioria por sobreviventes e familiares das vítimas. 


Imagem: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil, via Wikimedia Commons