Hoje na história

20.Maio.1983

Cientistas anunciam que o vírus da AIDS foi isolado

Em 20 de maio de 1983, a equipe do cientista francês Luc Montagnier, do Instituto Pasteur, na França, publicou na revista Nature um artigo que detalhava sua pesquisa que conseguiu isolar o vírus causador da AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida). O trabalho apontava um retrovírus, que eles batizaram de "vírus associado à linfadenopatia", como a causa da doença.

Mais ou menos na mesma época, o médico americano Robert C. Gallo anunciou que a causa da doença era um vírus chamado de HTLV-III. Pouco depois, descobriu-se que esse vírus era virtualmente idêntico ao isolado por Montagnier. Em 1986, o vírus foi oficialmente denominado como HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana, na sigla em inglês).

A AIDS enfraquece o sistema imunológico, tornando seu portador mais propenso a ter outros tipos de doenças, como infecções oportunistas e câncer. O HIV é transmitido principalmente através de relações sexuais sem o uso de preservativo, transfusões de sangue contaminado, agulhas hipodérmicas e de mãe para filho, durante a gravidez, o parto ou amamentação. 

Apesar de ainda não existir uma cura ou uma vacina, o tratamento antirretroviral pode retardar o desenvolvimento da doença e elevar a expectativa de vida do portador do vírus. Apesar de o tratamento reduzir o risco de morte e de complicações da doença, os medicamentos são de alto custo e estão associados a diversos efeitos colaterais. A prevenção da contaminação pelo HIV, principalmente através de programas de sexo seguro, é uma estratégia fundamental para controlar a propagação da doença.


Imagem: deepadesigns/Shutterstock.com