Hoje na história

21.nov.2018

Escola da Fazenda Canuanã é premiada como melhor construção arquitetônica do mundo

Em 21 de novembro de 2018, a Escola da Fazenda Canuanã, em Formoso do Araguaia (TO) recebeu o Prêmio Internacional RIBA (Royal Institute of British Architects) como a melhor construção arquitetônica do mundo. O prêmio é oferecido para projetos de arquitetura arrojada e impacto social relevante. O projeto vencedor é de autoria dos escritórios brasileiros Aleph Zero e Rosenbaum. 

Canuanã é uma escola rural em regime de internato mantida pela Fundação Bradesco há mais de 40 anos. O espaço acolhe de forma gratuita crianças e jovens entre 7 e 18 anos da região, servindo como casa, laboratório e sala de aula. Os arquitetos vencedores foram os responsáveis por reformular a unidade. O objetivo era oferecer novas moradias para os alunos.

A instalação consiste em dois complexos idênticos, que oferece áreas separadas para meninos e meninas. Cada grupo de edifícios é organizado em torno de três pátios, com dormitórios no piso térreo e espaços comuns no andar de cima. Os dormitórios estão agrupados em estruturas de tijolos de barro sem cozimento que foram fabricados utilizando a terra da própria fazenda. A estrutura também utiliza madeira com origem de florestas de reflorestamento, tecnologia com baixo impacto ambiental.

Anteriormente, a escola já havia recebido outros prêmios, como o de Melhor Edifício de Arquitetura Educacional do mundo, da premiação Building Of The Year, em 2018, e o American Architecture Prize 2017, na categoria habitação social.


Fontes: Casa Cor, BBC e G1

Imagens: Fundação Bradesco/Reprodução