Hoje na história

04.fev.1884

José Caamaño é eleito presidente do Equador

José María Plácido Caamaño foi eleito presidente do Equador dia 4 de fevereiro de 1884. Nasceu em 5 de outubro de 1837 em Guayaquil, onde fez o segundo grau e se formou em Quito como advogado e doutor em Jurisprudência. Foi membro correspondente de doze academias da Europa e da América. Sua ocupação principal foi à fazenda cacaueira de Tenguel, propriedade de sua família, o que lhe deu uma grande fortuna. Depois de sua presidência, foi embaixador em Washington e governador de Guayas (Equador), onde, por sua influência, converteu-se no Grande Eleitor da política nacional. Sendo governador na época do presidente Luis Cordero, ocorreu o negócio de compra-venda do cruzeiro chileno Esmeralda (o caso da Venda da Bandeira). Por isso foi acusado de peculato. Exilou-se em Sevilha, Espanha, onde morreu na pobreza em 31 de dezembro de 1900.

 

 

Imagem: See page for author [Public domain], via Wikimedia Commons