Hoje na história

Morre Donna Summer, rainha da Disco Music

Em 17 maio de 2012, a cantora e compositora Donna Summer, que alcançou a fama nos anos 70 com hinos da Disco Music como “Love to Love You Baby” e “Hot Stuff” morreu aos 63 anos, em Naples, na Flórida, em consequência de um câncer. Também conhecida por hits dos anos 90 como “She Works Hard for the Money”, a cinco vezes ganhadora do Grammy influenciou um grande número de artistas com sua música, que foi sampleada por Pet Shop Boys, Beyoncé e Ne-Yo, entre outros.

LaDonna Adrian Gaines nasceu em 31 de dezembro de 1948, em Boston. Ela cresceu cantando na igreja e, no final dos anos 60, se mudou para a Alemanha, após ser escalada para a turnê do musical “Hair”, da Broadway. No início dos anos 70, enquanto trabalhava como cantora na Europa, ela foi casada por um breve período com o ator australiano Hellmuth Sommer. Quando eles se divorciaram, Donna manteve uma variação do sobrenome do ex-marido como sua alcunha artística.

Summer ganhou destaque em 1975, com o lançamento de “Love to Love You Baby”, que se tornou um hit nas pistas de dança da Europa e dos EUA. Ela teve outro single de sucesso com “I Feel Love”, de 1977, cujo som sintetizado, criado pelo produtor italiano Giorgio Moroder, é um marco da música eletrônica. Em 1978, Summer teve seu primeiro hit número um nos EUA com “MacArthur Park”, uma música disco com arranjos de Jimmy Webb. E nesse mesmo ano, Summer interpretou uma aspirante a cantora de disco no filme “Até Que Enfim é Sexta-feira”. Ela ganhou seu primeiro Grammy, na categoria de Melhor Performance Vocal Feminina de R&B, com “Last Dance”, que fez parte da trilha do longa-metragem. “Last Dance” e que também ganhou um Oscar por Melhor Canção Original. Em 1979, ela teve mais três singles número um: “Hot Stuff”, “Bad Girls” e “No More Tears (Enough Is Enough)”, um dueto com Barbra Streisand. Outros sucessos de Donna, que havia se tornado a cantora de maior sucesso da era Disco, foram “Dim All the Lights” e “On the Radio”.

Depois que a popularidade da Disco atingiu seu auge no final dos anos 70, Summer começou a gravar uma grande variedade de gêneros musicais, de New Wave a Gospel. Ela até escreveu uma canção, “Starting Over Again”, que se tornou um hit country número um para Dolly Parton em 1980. Em 1983, Donna lançou seu décimo-primeiro álbum de estúdio, “She Works Hard for the Money”, que chegou à nona colocação nas paradas da Billboard e cuja faixa-título se tornou um hino pop/rock feminista. O último top 10 de sua carreira foi em 1989, com “This Time I Know It’s for Real”.

Summer, que se mudou para Nashville com seu segundo marido nos anos 90, continuou a gravar e fazer shows, abocanhando seu quinto Grammy em 1998, na categoria de Melhor Gravação Dance por “Carry One”. Em 2008, ela lançou seu décimo-sétimo e último álbum de estúdio, “Crayons”, com três músicas que entraram para a lista de mais tocadas de Dance Music. Em 2009, Summer se apresentou no Concerto Nobel da Paz, em Oslo, na Noruega, em homenagem ao presidente Barack Obama. Seu último single, “To Paris with Love”, foi lançado em 2010.

Em 17 de maio de 2012, Donna Summer, mãe de três filhas, morreu de um câncer no pulmão não relacionado ao tabagismo. Ela foi enterrada em Nashville.

 


Imagem: Casablanca Records [Domínio público], via Wikimedia Commons

 

Clique aqui e saiba mais sobre a história de Donna Summer