Hoje na história

02.Maio.1519

Morre Leonardo da Vinci, um dos homens mais brilhantes da história

No dia 2 de maio de 1519 morria, em Amboise, na França, Leonardo di ser Piero da Vinci, artista florentino. Devido a suas inúmeras contribuições em praticamente todos os campos do conhecimento humano, Leonardo da Vinci é apontado com um dos homens mais brilhantes da história.  Apesar de seu nome estar mais associado à pintura, ele incursionou em muitas  disciplinas, obtendo destaque em várias delas: Medicina, Filosofia, Óptica, Química, Culinária, Arquitetura e Fotografia. 

Nascido no dia 15 de abril de 1452, em Vinci, próximo à cidade de Florença, na Itália, ele era filho ilegítimo de um chanceler e embaixador e uma jovem camponesa, mas foi criado e educado pela família do pai, logo após o casamento da mãe com um camponês local. Seu primeiro contato com as artes foi através da avó paterna, Lucia di ser Piero de Zoso, que era ceramista. Comenta-se que, desde muito pequeno, Leonardo da Vinci demonstrava um talento raro para todas as atividades criativas, especialmente o desenho e a pintura.

Em 1469, ele ingressou como aprendiz em um renomado atelier, sob a supervisão de Andrea del Verrocchio, de quem recebeu parte de sua formação multidisciplinar. O artista aprendeu os fundamentos da Química, Metalurgia, Mecânica, Carpintaria, assim como técnicas para trabalhar com couro, gesso, mármore e bronze; seguiu entretanto, dedicando especial atenção ao desenho e à pintura. Quando seus dotes artísticos ficaram evidenciados, o mestre Verrocchio decidiu comissionar seu aluno com a finalização de alguns de seus próprios trabalhos. Dizem que o mestre sentiu-se rapidamente superado pelo aluno, o que resultou na consagração de Da Vinci no mundo das artes. Ele também se destacou como arquiteto e engenheiro, recebendo diversos projetos de construção, nos anos seguintes.

Entre 1480 e 1500 entregou-se quase por completo à engenharia, disciplina na qual ainda hoje, seus trabalhos artísticos, urbanos e militares são admirados. Mesmo assim, seguia produzindo como pintor. Datam deste período quadros como "A Última Ceia" e "A Dama do Arminho". Entre 1508 e 1515, em breves lapsos, Leonardo da Vinci pintou o quadro mais controverso da história: "La Gioconda" ou "A Monalisa". Oficialmente tido como um retrato de Lisa Gherardini, apesar das diversas teorias, entre as quais de que o quadro seria um autorretrato.Como engenheiro e inventor, Da Vinci desenvolveu ideias extremamente adiantadas para sua época, como o helicóptero, o automóvel, o tanque de guerra e o submarino.

Clique aqui e saiba mais sobre a história de Leonardo da Vinci


Imagem: Leonardo da Vinci [Domínio público], via Wikimedia Commons