Hoje na história

10.DEZ.2006

Morre Pinochet, ex-ditador e presidente do Chile

Um dos governantes mais autoritários e violentos da história chilena morria em um dia como este, no ano de 1996, em Santiago, no Chile. Augusto José Ramón Pinochet Ugarte, mais conhecido como general Pinochet, tornou-se presidente-ditador após o Golpe Militar em 11 de setembro de 1973. Ele permaneceu no cargo até 1990, com poderes de ditador, depois de liderar o golpe militar que derrubou o governo do presidente socialista eleito pelo voto direto Salvador Allende.

No final da década de 80, sob pressão internacional, foram realizadas no Chile as primeiras eleições desde 1970, quando o Pinochet entregou a presidência ao democrata-cristão Patricio Aylwin, o vencedor das eleições, em 11 de março de 1990. Mais tarde, no dia 16 de outubro de 1998 foi decretada, em Londres, pelo juiz Nicholas Evans, a prisão de Pinochet. Ele estava em tratamento de saúde em uma clínica na capital inglesa, quando uma ordem de prisão do juiz espanhol Baltasar Garzón foi enviada à Inglaterra. Pinochet estava sendo julgado pela morte de cidadãos espanhóis durante o Regime Militar no Chile.

Pinochet foi amplamente criticado por conta das acusações das graves violações dos direitos humanos enquanto esteve no poder no Chile. Por conta disso, enfrentou diversos processos judiciais até a data de sua morte, aos 91 anos. Em seu enterro, o governo chileno não lhe deu honras de chefe de Estado nem decretou luto oficial. A presidente chilena, Michelle Bachelet - que foi presa, torturada e exilada durante a ditadura militar comandada por Pinochet - recusou-se a comparecer ao enterro dele. Pinochet nasceu no dia 25 de novembro de 1910, em Valparaíso, no litoral chileno.

 

 


 

Imagem:  via Wikimedia Commons