Hoje na história

09.out.1999

Morre poeta e diplomata João Cabral de Melo Neto, autor do clássico Morte e Vida Severina

Poeta, diplomata brasileiro e autor do clássico Morte e Vida Severina (1966), João Cabral de Melo Neto morria no dia 9 de outubro de 1999, no Rio de Janeiro. Nascido em 9 de janeiro, de 1920, era avesso ao romantismo e à paixão em suas poesias. Seu trabalho é basicamente racional, com a construção elaborada e pensada da linguagem, preocupado em transformar toda a percepção em imagem de algo concreto, relacionado aos sentidos, em especial ao tato. Melo Neto convivia em um influente círculo relacionado à arte. Era irmão do historiador Evaldo Cabral de Melo e primo do poeta Manuel Bandeira e do sociólogo Gilberto Freyre. Entre seus amigos estavam o pintor Joan Miró e o poeta Joan Brossa. Membro da Academia Brasileira de Letras (1968), recebeu importantes prêmios como o Camões (1990), o Neustadt International Prize for Literature (1992) e o Rainha Sofia de Poesia Ibero-Americana (1994).

 


Imagem: via Wikimedia Commons