Hoje na história

17.jan.1941

Nasce Jorge Mautner, músico brasileiro

No dia 17 de janeiro de 1941 nascia, no Rio de Janeiro, Henrique George Mautner, conhecido como Jorge Mautner, cantor, compositor e escritor brasileiro. Ele é filho de refugiados de pais que deixaram a Europa por conta da Segunda Guerra Mundial. Jorge Mautner nasceu um mês depois que os seus pais desembarcaram em solo brasileiro. Sua mãe, Anna Illichi, é de origem iugoslava e católica, e seu pai, Paul Mautner, judeu austríaco. Seus pais se separaram em 1948 e sua mãe casou com o violinista Henri Müller, que ensinou Jorge a tocar violino. Também com talento para a literatura, ele escreveu seu primeiro livro com 15 anos, “Deus da chuva e da morte”. Em 1962, entrou para o Partido Comunista Brasileiro e foi preso com o golpe de 1964. Por conta da repressão, dois anos depois foi para os Estados Unidos, onde trabalhou na Unesco e na tradução de livros brasileiros. Em 1970, ele morou em Londres e se aproximou de Caetano Veloso e Gilberto Gil, que estavam exilados na cidade inglesa. Na sua volta ao país, Mautner começou a escrever no jornal “O Pasquim”. Neste período conhece seu parceiro musical para as próximas décadas, Nelson Jacobina. Em 1973, ele participou do “Banquete dos Mendigos”, show-manifesto no Rio de Janeiro para celebrar os 25 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. As músicas do show foram gravadas em um álbum duplo ao vivo, mas o disco teve a comercialização proibida por seis anos. Em 1970, dirigiu o longa "O demiurgo", que também foi censurado. Como compositor, teve suas letras de música cantadas por Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Science & Nação Zumbi, Gal Costa e Lulu Santos. Em 2002 lançou o CD "Eu Não Peço Desculpas", com Caetano Veloso. Em 2007, lançou o álbum “Revirão”. 

 


 

Imagem:  via Wikimedia Commons