Hoje na história

09.Maio.1994

Nelson Mandela é eleito presidente da África do Sul

Nelson Rolihlahla Mandela se transformou no primeiro presidente da África do Sul a ser eleito por meios democráticos, através do voto, em 9 de maio de 1994. Antes de assumir o cargo como primeiro mandatário, ele  foi um importante ativista contra o apartheid (regime de segregação racial) e esteve envolvido no planejamento de atividades consideradas subversivas. Por esse motivo, ficou encarcerado durante 27 anos.

Durante seu tempo na prisão ele se transformou na figura mais conhecida da luta contra o apartheid. Ao deixar a prisão, em 1990, Mandela fez um discurso declarando seu compromisso com a paz e a reconciliação com a minoria branca. Ele expressou a esperança de que o governo concorde com as negociações para que "não haja mais a necessidade da luta armada" e insistiu que seu foco principal era trazer paz à maioria negra e dar a eles o direito de voto nas eleições nacionais e  locais.

Dando seguimento à proposta de proporcionar a transição para a democracia multirracial, o governo Mandela teve sua maior realização na criação da Comissão da Verdade e Reconciliação - encarregada de apurar, mas não punir, os fatos ocorridos durante o apartheid.

Na África do Sul ele era conhecido como "Madiba", um título honorário adotado por anciãos da tribo de Mandela. Vários sul-africanos também se referiam a ele como "mkhulu" (avô). Aclamado internacionalmente por seu ativismo, ele recebeu mais de 250 prêmios e condecorações, incluindo o Nobel da Paz em 1993 e a Medalha Presidencial da Liberdade dos Estados Unidos.

Clique aqui e saiba mais sobre a história de Nelson Mandela


Imagem: Flickr: Nelson Mandela/South Africa The Good News, via Wikimedia Commons