Amazônia

Fatos e história

AMAZÔNIA

Casal morre tentando fugir de queimada na região amazônica

O fogo que atinge a Amazônia foi o responsável pela morte de um casal que vivia na na zona rural de Machadinho D'Oeste, em Rondônia. O produtor rural Romildo Schmidt, de 39 anos, e a esposa dele, a dona de casa Eidi Rodrigues de Lima, de 36 anos, morreram ao tentar escapar das chamas que atingiram a sua casa.

As vítimas moravam no local há três anos: era a primeira vez que eles tinham uma casa própria. De acordo com Jeigislaine Rodrigues de Carvalho, filha de Eidi, o casal sempre temeu os incêndios que acontecem regularmente na região. Produtores locais costumam colocar fogo no mato para renovar o terreno ou ampliar a área de pasto.

À Polícia Civil, vizinhos disseram que o casal evitava sair de casa durante os períodos de queimadas. Eles permaneciam no local para proteger a residência de possíveis incêndios. No terreno onde moravam, Romildo e Eidi criavam porcos e galinhas e também cultivavam pequenas plantações.

Quando o fogo atingiu a propriedade, Romildo e Eidi tentaram salvar o material de construção que haviam comprado para reformar a casa. Os corpos dos dois foram encontrados carbonizados, na parte externa do terreno. Acredita-se que Romildo estava carregando Eidi no colo enquanto fugiam das chamas. A suspeita da polícia é de que eles morreram intoxicados por monóxido de carbono. 

Um inquérito foi instaurado pela Polícia Civil para apurar o caso. Os responsáveis podem responder pelo crime ambiental de iniciar o incêndio e por homicídio doloso (quando há intenção de matar). O delegado Celso André Kondageski ressalta que quem coloca fogo intencionalmente na mata assume o risco de que alguém pode morrer.

Rondônia é o quarto estado com mais registros de queimadas no Brasil. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em 2019 já foram registrados 6.441 focos de incêndio. Pesquisadores da NASA também confirmaram que os incêndios que atingem a Amazônia em 2019 são os piores desde 2010


Fonte: BBC

Imagem: Arquivo Pessoal/Reprodução