BRASIL DE IMIGRANTES

Pesquisa aponta que imigrantes fundaram quase metade das maiores empresas dos EUA

Uma nova pesquisa aponta que a imigração traz benefícios para a economia dos Estados Unidos. De acordo com o estudo, imigrantes e seus filhos foram responsáveis pela fundação de 45% das 500 maiores empresas do país (conhecidas como Fortune 500). Essas companhias geram uma receita anual de US$ 6,1 trilhões.

Os dados do estudo, realizado por uma instituição chamada New American Economy, revelaram que nesse grupo há 101 empresas fundadas diretamente por pessoas nascidas fora dos EUA e outras 122 criadas por filhos de imigrantes. Ao todo, essas empresas fundadas por imigrantes empregam 13,5 milhões de pessoas. Em média, elas empregam 11% mais pessoas do que as companhias da Fortune 500 fundadas por não-imigrantes.

A pesquisa também aborda o universo das pequenas e médias empresas. Segundo o estudo, quase 3,2 milhões de imigrantes gerenciam seus próprios negócios nos Estados Unidos. Esses microempreendedores são responsáveis por lojas de bairro e restaurantes, além de atuarem como prestadores de serviços.

Outro estudo recente, realizado pelo Citigroup junto com a Universidade de Oxford, observou que os imigrantes têm duas vezes mais probabilidade de patentear uma invenção, ganhar um Oscar ou um Prêmio Nobel. Essa pesquisa revelou também que cerca de um terço de todas as empresas dos EUA fundadas desde 2011 foram fundadas por imigrantes.


Fontes: Newsweek e Época Negócios