NAZISMO

Aos 94 anos, ex-guarda de campo de concentração nazista deve ser deportado dos EUA

Um ex-guarda nazista de 94 anos deve ser deportado dos Estados Unidos para a Alemanha. Durante a Segunda Guerra Mundial, Friedrich Karl Berger trabalhou no campo de concentração de Neuengamme. No local, os prisioneiros eram mantidos em condições terríveis: alguns deles morriam de exaustão ao executarem trabalhos forçados.

A ordem de deportação partiu da juíza de imigração Rebecca Holt, após dois dias de julgamento. Em sua decisão, ela considerou que como Berger atuou como guarda em um campo de concentração, ele participou como auxiliar na perseguição nazista. A defesa do alemão alegou que ele foi forçado a trabalhar no local.

Berger admitiu durante o julgamento que impediu prisioneiros de fugirem do campo de concentração. Mas ele alegou que não carregava armas e que trabalhou por pouco tempo em Neuengamme. Mais de 100 mil prisioneiros passaram pelo local entre 1938 e 1945.

Ainda não se sabe se Berger, que mora nos EUA desde 1959, irá recorrer da decisão. Em entrevista ao Washington Post, ele se mostrou revoltado com a ordem de deportação. "Depois de 75 anos, isso é ridículo. Não consigo acreditar", disse ele. "Vocês estão me expulsando de casa", completou.


Fonte: BBC

Imagem: Jose Angel Astor Rocha/Shutterstock.com