meio ambiente

Após dez anos de tentativas, pandas acasalam durante quarentena em zoológico

Um casal de pandas que vive em um zoológico em Hong Kong tentava acasalar sem sucesso há dez anos. Agora, com o local livre da presença humana devido à quarentena para evitar o coronavírus, Ying Ying e Le Le finalmente consumaram o ato. A equipe da instituição comemorou o feito.

O zoológico Ocean Park fechou suas portas ao público para cumprir as regras de isolamento social relacionadas à pandemia de COVID-19. Como os pandas costumam acasalar entre março e maio, os funcionários do local estavam monitorando o casal. Então, eles observaram que Ying Ying e Le Le aproveitaram o período de tranquilidade para acasalar, após anos de tentativa e aprendizado. 

A equipe do zoológico torce agora para que o casal de pandas tenha concebido um filhote. "A chance de gravidez via acasalamento natural é maior do que por inseminação artificial", disse Michael Boos, diretor de conservação da instituição. A gestação de pandas pode durar até 10 meses e a confirmação de que a fêmea está prenha só é possível  cerca de 15 dias antes do nascimento do filhote, por meio de um exame de ultrassom.

Os pandas enfrentam risco de extinção. De acordo com a ONG World Wildlife Organisation, há apenas 1800 desses animais vivendo na natureza. As fêmeas ovulam apenas uma vez por ano, durante um curto período de tempo. Já os machos são desajeitados e costumam demorar a aprender a acasalar. Por isso os ambientalistas estão entusiasmados com o prospecto do nascimento de um filhote.


Fonte: IFLScience

Imagem: Ocean Park Zoo/Reprodução