Antigo Egito

Arqueólogos descobrem imagem de “guardião dos mortos” em necrópole do Antigo Egito

Ao escavar uma necrópole na cidade de Aswan, no Egito, arqueólogos tiveram uma surpresa. Na tampa quebrada de um sarcófago, eles encontraram a imagem colorida da face de um leopardo. De acordo com os especialistas, a figura do animal representaria uma espécie de guardião dos mortos. 

A necrópole onde a figura do leopardo foi encontrada fica às margens do rio Nilo e data do século VII a.C. No local, os arqueólogos se depararam com 300 sarcófagos. Segundo os pesquisadores, a necrópole foi utilizada para sepultar os mortos por cerca de mil anos, até o século IV d.C.

No Antigo Egito, os leopardos representavam determinação e poder. A imagem do animal na tumba provavelmente pretendia fortalecer o espírito do recém-falecido para a viagem à terra dos mortos. Segundo arqueólogos da Universidade de Milão, a pintura provavelmente ficava alinhada com a cabeça da múmia que estava no interior do sarcófago.

Como a tampa do sarcófago estava quebrada, os arqueólogos reconstruíram digitalmente a pintura do leopardo. Outras tumbas da necrópole continham 35 múmias, além de vários objetos funerários, como vasos de betume para mumificação, máscaras de linho, papiros e oferendas de alimentos para a viagem em direção à vida após a morte.


Fonte: Live Science 

Imagens: Universidade de Milão/Reprodução