EGITO

Arqueólogos encontram por acidente 30 sarcófagos egípcios perfeitamente preservados

O Ministério das Antiguidades egípcio anunciou que uma equipe de arqueólogos encontrou por acidente pelo menos 30 sarcófagos de madeira, da época do Egito Antigo, perto da cidade de Luxor. Os caixões estavam lacrados, o que é uma raridade. Por estarem em perfeitas condições de preservação, esta é considerada uma das maiores descobertas dos últimos anos no país.

Os sarcófagos foram descobertos na necrópole de Asasif, na antiga cidade de Tebas. Acredita-se que os caixões tenham 3 mil anos de idade, muito mais antigos do que a maioria das outras relíquias encontradas da região. As peças contêm inscrições em cores vibrantes e gravuras bem preservadas. 

As múmias nos sarcófagos consistem em 23 homens adultos, cinco mulheres adultas e duas crianças, segundo Khaled al-Anani, ministro de Antiguidades do Egito. O local onde foram encontrados está sendo chamado pelos arqueólogos de "esconderijo dos sacerdotes", pois algumas das múmias parecem ser de antigos religiosos egípcios.

Agora, os pesquisadores continuam a escavar o local. Análises dos hieróglifos e das gravuras dos sarcófagos também poderão esclarecer quem eram as múmias. Talvez um dia se saiba por que elas foram enterradas lá, quando elas viveram e como eram suas vidas.

 
 
 

 
Imagens:  Ministério das Antiguidades  do Egito