EGITO

Arqueólogos encontram templo submerso e outros tesouros na “Atlântida do Egito”

Um templo submerso foi descoberto por arqueólogos nas ruínas de Heracleion, a "Atlântida do Egito". Além da edificação, os pesquisadores também encontraram vários barcos naufragados, moedas e joias. Os cientistas usaram equipamentos sofisticados para vasculhar a área em busca dos tesouros arqueológicos.

Heracleion (também conhecida pelo nome egípcio Thonis), foi construída por volta do século 12 a.C., de acordo com antigos historiadores gregos. Por sua localização estratégica, nas proximidades de Alexandria, se consolidou como uma importante cidade portuária. Mas a localidade desapareceu do mapa após ser engolida pelo Mar Mediterrâneo, por volta do ano 8 d.C, quando já estava decadente. 

Apesar de ser citada em diversos textos antigos, Heracleion só foi redescoberta no século XX. Em 1933, um comandante da Força Aérea Britânica já havia avistado as ruínas submersas durante um sobrevoo. Mas apenas em 1999 o local foi devidamente identificado e passou a ser estudado pelo arqueólogo marítimo Franck Goddio. Desde então, diversas expedições tentam desvendar os mistérios da cidade oculta pelas águas.

A nova exploração revelou os restos de um pequeno templo grego, bem como colunas antigas, cerâmica dos séculos III e IV a.C. e moedas de bronze da época do reinado do rei Ptolomeu II (283 a 246 a.C.). Os cientistas também descobriram uma outra parte do templo principal da cidade, que foi completamente destruído. Além disso, a equipe localizou outros portos submersos.

Na expedição, os pesquisadores ainda exploraram as ruínas de Canopus, outra cidade próxima que também afundou. Lá, eles encontraram resquícios de diversas edificações, além de moedas de ouro, brincos e anéis. De acordo com o Ministério das Antiguidades do Egito, o resultado das pesquisas deve ser divulgado em breve em publicações científicas.


Fonte: Newsweek

Imagens: Cristoph Gerigk c Franck Goddio/Hilti Foundation, via Ministério das Antiguidades do Egito