BÍBLIA

Arqueólogos podem ter encontrado local onde Jesus teria aparecido após ressuscitar

Arqueólogos franceses e israelenses identificaram uma fortaleza helenística de 2200 anos de idade, na colina de Kiryat Yearim, próximo a Jerusalém. A notícia é importante porque acredita-se que essa possa ser a localidade bíblica de Emaús, onde, segundo as escrituras, Jesus apareceu pela primeira vez a seus discípulos após ter ressuscitado.

A área era objeto de estudo desde 2017, porque acredita-se que ali esteve guardada a Arca da Aliança durante 20 anos, antes de ser levada a Jerusalém pelo rei David. Mas durante as escavações recentes, os especialistas encontraram evidências de um segundo conjunto de edificações posteriores, mais precisamente do século II a.C. A descoberta inclui o que parecem ser restos de uma torre.

Os especialistas acreditam que poderia se tratar da verdadeira localização de Emaús. No entanto, alguns acadêmicos, como o professor emérito de história antiga da Universidade de Tel Aviv, Benjamin Isaac, consideram que essa é somente uma “hipótese”, pois há ao menos dois outros locais que também coincidiriam com o lugar onde, segundo a Bíblia, Jesus apareceu após a ressurreição.


Fonte: Haaretz.com

Imagem: Shutterstock.com