ISRAEL

Arqueólogos podem ter encontrado principal mercado da época de Cristo em Jerusalém

Durante as escavações do sítio arqueológico conhecido como Estrada de Peregrinação, em Israel, arqueólogos se depararam com uma descoberta que remonta à época de Jesus Cristo. Lá, eles encontraram diversos artefatos indicando a presença de um dos mais importantes mercados de Jerusalém, estabelecido há cerca de dois mil anos. Entre os objetos encontrados estão equipamentos para a pesagem de alimentos e medição de líquidos.

Os arqueólogos acreditam que no local funcionava a praça e o mercado principal da cidade baixa de Jerusalém na época do Segundo Templo (516 a.C - 70 d.C). O artefato que mais chamou a atenção dos pesquisadores é o fragmento de uma mesa usada para medir líquidos. A peça (que se assemelha a um porta-copos) era usada por fiscais para se certificar de que o volume contido nos recipientes de vinho ou óleo de oliva estava correto para a comercialização. 


Imagem: Kobi Harati/Parque Nacional da Cidade de Davi/Reprodução, via Ministério das Relações Exteriores de Israel

"Este é um achado raro", disse o professor Ronny Reich, chefe do departamento de arqueologia da Universidade de Haifa. De acordo com ele, apenas duas mesas usadas para medir líquidos haviam sido encontradas anteriormente, durante escavações na década de 1970. A padronização dos volumes ajudava comerciantes e clientes a garantir que nenhuma das partes estava sendo lesada nas negociações. 

Segundo Ari Levi, da Autoridade de Antiguidades de Israel, a descoberta destaca as características singulares do comércio e da economia da cidade naquele período. "É possível que essa parte da cidade abrigasse o escritório do inspetor de pesos e medidas da cidade de Jerusalém no período do Segundo Templo", completou Ronny Reich. Esses profissionais, conhecidos como "agoranomos", também atuavam em outras cidades do Império Romano.


Fonte: Ministério das Relações Exteriores de Israel

Imagem: Reprodução