PANDEMIA

Astronautas dão dicas para enfrentar o isolamento durante a pandemia de coronavírus

Poucas pessoas estão tão familiarizadas com o distanciamento social quanto os astronautas. Durante missões especiais, eles chegam a passar mais de um ano confinados na Estação Espacial Internacional. Por isso, alguns deles resolveram dar dicas para quem está enfrentando quarentenas para evitar a propagação do COVID-19.

Em 2017, Peggy Whitson, astronauta da NASA, bateu o recorde de permanência no espaço: foram 665 dias fora da Terra. Atualmente aposentada, ela salientou a importância da boa convivência e do trabalho em equipe em um ambiente confinado. "É possível colocar o isolamento em prática com sucesso, mas é muito importante interagir bem com as pessoas com quem você vive", disse em entrevista ao programa de TV CBS This Morning. 

A astronauta disse ainda que é importante ter a consciência que o isolamento está sendo feito por um bom motivo. "O COVID-19 nos dá um objetivo nobre, pois estamos salvando vidas ao ficarmos em quarentena", disse ela. "É importante entender o motivo principal e abraçar essa causa para continuar a enfrentar essa situação de forma racional e objetiva", afirmou. Para enfrentar o tédio, Peggy aconselha as pessoas a fazerem algo que sempre tiveram vontade, mas deixavam de lado por falta de tempo.  

Em um artigo para o New York Times, o ex-astronauta Scott Kelly também deu dicas para enfrentar o isolamento. Ele afirmou que a rotina rígida ajudou a mantê-lo ativo e motivado no espaço. "Você descobrirá que manter um plano de ação ajudará você e sua família a se adaptarem a um ambiente diferente de trabalho e vida doméstica", disse. 

Além disso, ele diz que é importante não esquecer dos momentos de distração. "Separe um tempo para a diversão: eu meus colegas fazíamos noites de cinema, com lanches e tudo", disse. Kelly também contou que maratonou todos os episódios de "Game of Thrones" duas vezes enquanto estava no espaço. Ele recomendou ainda que as pessoas se dediquem a hobbies como ler, tocar instrumentos musicais ou manter um diário.


Fonte: Space.com e New York Times

Imagens: NASA/Bill Stafford/Reprodução