DOENÇAS

Cães são usados para farejar câncer no Reino Unido

O Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês) do Reino Unido aprovou o uso de cães para o diagnóstico de patologias oncológicas, em testes para demonstrar sua capacidade de detectar o câncer de próstata.

Apesar de, até o momento, tratar-se apenas de uma série de testes, os primeiros estudos mostraram que os cachorros são capazes de detectar, com sucesso, o câncer de próstata em 93% dos casos.

“Com o passar dos anos, houve muitos relatos que sugeriam que os cães poderiam detectar o câncer com base no cheiro do tumor”, afirmou Iqbal Anjum, urologista consultor do Hospital Universitário de Milton Keynes, na Inglaterra, onde serão realizados os testes. “Acredita-se que as moléculas voláteis associadas ao tumor seriam liberadas na urina da pessoa, facilitando a coleta e o teste das amostras”, ele acrescenta.

Atualmente, o teste para detectar esse tipo de câncer em homens com mais de 50 anos é chamado de antígeno prostático específico (PSA, na sigla em inglês). Trata-se de um exame de sangue, que determina os níveis de uma molécula naturalmente secretada pela próstata. Em caso positivo de câncer de próstata, esses níveis aumentam.

A utilização de caninos, como um segundo nível de controle, após o teste do PSA, irá ajudar os médicos a aperfeiçoar a eficiência do diagnóstico do câncer, evitando biópsias invasivas, muitas vezes desnecessárias. São cães especialmente adestrados para identificar o câncer através da inalação de uma amostra de urina. Agora, o incrível senso olfativo dos caninos poderá trazer benefícios para a saúde do homem.

CLIQUE AQUI E AJUDE A PRESERVAR PAISAGENS INCRÍVEIS.

Fonte: cienciaomg.com 

Imagem: Elisabeth Hammerschmid / Shutterstock.com