meio ambiente

Cerca de 200 toneladas de óleo já foram retiradas do litoral do nordeste

Nas últimas semanas o litoral nordestino tem sido atingido por um misterioso vazamento de óleo. Até agora, já foram retiradas 198,5 toneladas da substância das praias da região. Como ainda não se sabe qual é a origem do material, é impossível estimar se a situação está controlada. Por isso, ainda há a possibilidade de novas manchas aparecerem. 

O produto retirado é levado para aterros industriais, onde parte dele é incinerada. A Polícia Federal e a Marinha investigam o vazamento. A principal hipótese é que o material pode ter vindo de algum "navio fantasma". A suspeita é que esse tipo de embarcação clandestina fazia contrabando de petróleo. 

As manchas de petróleo já atingiram ao menos 161 pontos em todos os estados do nordeste brasileiro. Ao menos oito animais já morreram devido ao vazamento. Biólogos temem que a poluição possa prejudicar a reprodução de animais como as baleias jubarte e os golfinhos. 

No fim de semana, a 1ª Vara da Justiça Federal de Sergipe concedeu uma liminar determinando que o governo federal crie barreiras para proteger os rios do estado das manchas no mar. Outros estados podem ajuizar ações civis públicas semelhantes. Em análise feita pela Petrobras, a empresa informou que o óleo encontrado não é produzido pelo Brasil. Mesmo sendo possivelmente de origem estrangeira, os responsáveis pelo vazamento estão sujeitos a multas de até R$ 50 milhões.


Fontes: Estadão e BBC

Imagem: Marcos Rodrigues/Governo do Sergipe/Reprodução