BEBIDAS

Chega de dor de cabeça! Pesquisadores desenvolvem vinho que não dá ressaca

A história do vinho é extensa e avançou paralelamente à trajetória das sociedades que o produziram e beberam. É muito mais que uma bebida: tem seus deuses, sua mitologia e, hoje em dia, sua realização e degustação a elevaram quase à categoria de ciência. O que em todos esses séculos, no entanto, nunca variou, apesar das mudanças das técnicas de produção em todo o mundo, é o seu efeito sobre o corpo depois de boas doses: a famosa ressaca.

Agora não mais: um grupo de cientistas da Universidade de Illinois anunciou uma descoberta que vai alegrar a vida dos amantes dessa bebida: simplesmente, um vinho que não dá ressaca. Eles se basearam em técnicas cirúrgicas de manipulação genética para dar vida a uma levedura nova e melhor, com valores nutricionais mais altos e quase nenhum dos subprodutos tóxicos que causam as dores e o mal-estar posteriores ao consumo da bebida. Ou seja, estão desenvolvendo, em laboratórios, técnicas para controlar, como nunca havia sido feito antes, cada um dos processos da fermentação e, portando, cada uma das características do vinho, até as mais específicas, de tal modo que seu odor, sabor e textura possam ser potencializados e sua toxicidade, talvez, eliminada para sempre.

Fonte: Pijama Surf 

 

Imagem: Lourdes Cardenal (Own work) [GFDL or CC-BY-SA-3.0], via Wikimedia Commons