NAZISMO

Cidade alemã esvazia estoque de cerveja para sabotar festival neonazista

A cidade de Ostritz, na Alemanha, conseguiu sabotar um festival neonazista de música usando uma estratégia criativa. Autoridades decidiram simplesmente proibir a venda e o consumo de álcool no evento. A polícia apreendeu mais de quatro mil litros da bebida no local. Os moradores do município também colaboraram com o plano, comprando o restante do estoque de cerveja disponível.

O festival é chamado de Shield and Sword ("escudo e espada", cujas iniciais são SS, sigla da polícia nazista). A Justiça de Dresden, responsável pelo banimento da cerveja, justificou a medida dizendo que o evento tinha "características obviamente agressivas e bélicas". Segundo as autoridades, o álcool tinha o potencial de provocar uma situação ainda mais violenta.

Os habitantes da cidade, prevendo que os neonazistas iriam aparecer nos supermercados locais para se abastecerem de cerveja, se anteciparam e esvaziaram todo o estoque da bebida das prateleiras. "O plano foi formulado com uma semana de antecedência. Queríamos deixar os nazistas na seca", disse o ativista Georg Salditt. Cerca de 200 caixas de cerveja foram compradas pela população.

A estratégia deu certo. No ano anterior, cerca de 1200 pessoas compareceram ao festival. Desta vez, o público foi de apenas 600 pessoas. Ostritz tem pouco mais de dois mil habitantes e fica na fronteira com a Polônia. Marion Prange, prefeita da cidade, disse que o evento não é bem-vindo no local.


Fontes: BBC e HuffPost

Imagem:  ZDF TV/Reprodução