COMIDAS

Cientistas descobrem os poderes da dieta viking

Uma dieta nórdica, abundante no consumo de peixes, verduras, frutas e azeite de colza, pode ajudar a reduzir os efeitos nocivos do excesso de peso e prevenir muitas doenças. A próxima grande tendência em dietas e métodos para a perda de peso parece estar baseada na nutrição, ou seja, no consumo de verduras e frutas frescas da estação, sucos naturais e na ingestão de peixes.

 

[VEJA TAMBÉM: NASA quer cultivar um dos alimentos mais adorados do mundo em Marte] 

 

É que os cientistas descobriram que a dieta nórdica é capaz de impedir o processo inflamatório do tecido adiposo, ou seja, das células de gordura localizadas debaixo da pele e responsáveis por vários problemas de saúde, como a diabetes, a pressão alta e doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, entre outras.


O estudo foi publicado pela Universidade de Copenhague e constatou que os dinamarqueses que sofriam de sobrepeso e começaram a seguir essa dieta conseguiram perder três vezes mais peso que os alimentados à base de almôndegas e hidratos de carbono.


Enquanto isso, especialistas da Universidade do Leste da Finlândia conseguiram demonstrar que, no caso das pessoas que não sofriam de sobrepeso, a dieta nórdica lhes permitiu manter um manequim adequado, porém com redução drástica dos genes associadas à inflamação do tecido adiposo.

 


Fonte: The Huffington Pos
Imagem: Michael Rosskothen/Shutterstock.com