Dinossauros

Descoberto dinossauro argentino que “engatinhava” antes de caminhar

Após 65 milhões de anos do seu desaparecimento, os dinossauros continuam a surpreender o mundo. Desde que esses seres começaram a ser estudados, no século XIX, a humanidade segue em busca de informações sobre os animais que dominaram o planeta Terra durante milhões e milhões de anos. A mais recente descoberta diz respeito a um inusitado dinossauro argentino.

Há alguns dias, pesquisadores descobriram que o Mussaurus patagonicus, espécie encontrada na Patagônia, tinha uma peculiaridade: ele nascia quadrúpede, mas se transformava em bípede ao crescer. Os primeiros restos do Mussaurus patagonicus foram encontrados na década de 1960, na província argentina de Santa Cruz.

Esses surpreendentes herbívoros nasciam do tamanho de um pintinho e pesavam apenas 60 gramas. Em um ano, seu peso aumentava para 7kg e, na vida adulta, eles podiam chegar a uma tonelada. Isso foi possível saber após os pesquisadores escanearem esqueletos de exemplares recém-nascidos jovens e adultos, com uma técnica chamada Microtomografia Computadorizada.

As imagens em 3D permitiram simular a postura que eles teriam tido em cada etapa de suas vidas. Assim, pôde-se saber que, nos bebês, a maior parte do peso se encontrava na metade do tórax, forçando o corpo para frente. Nos jovens, localizava-se um pouco mais atrás e nos adultos situava-se nos quadris, algo próprio dos animais bípedes.


Fonte: Clarín
Imagens: J. González/Centro Científico Tecnológico CONICET La Plata/Reprodução