meio ambiente

Espécie de peixe gigante da China é a primeira a ser declarada extinta nos anos 2020

O peixe-espada-do-Rio-Amarelo (Psephurus gladius) é a primeira espécie a ser declarada extinta nos anos 2020. O animal já foi comum no rio Yangtzé, na China, mas a pesca predatória e a deterioração de seu habitat fizeram com que ele desaparecesse. De acordo com pesquisadores, nenhum espécime foi avistado desde 2003.

A pesquisa que constatou a extinção do peixe foi liderada por Hui Zhang, da Academia Chinesa de Ciências da Pesca. O peixe-espada-do-Rio-Amarelo podia chegar a até 7 metros de comprimento, fazendo dele um dos maiores animais de água doce do mundo. Até os anos 1970, esses peixes eram capturados regularmente no rio Yangtzé, o mais longo da Ásia e o terceiro mais longo do mundo.

Em 1981, a construção de uma grande barragem afetou o habitat do animal. Em 1996, a espécie havia sido declarada "criticamente ameaçada". "Com base em 210 avistamentos de peixes-espada-do-Rio-Amarelo durante o período de 1981 a 2003, estimamos o tempo de extinção em 2005 ou, no mais tardar, em 2010", escreveram os pesquisadores. 

"Como não existem indivíduos em cativeiro e nenhum tecido vivo foi conservado para possível ressurreição, o peixe deve ser considerado extinto", diz o estudo.  Nos últimos anos, outras espécies que vivem no rio Yangtzé, como o golfinho baiji, foram extintas. De acordo com a pesquisa, animais como o jacaré chinês (Alligator sinensis) também estão ameaçados.


Fontes: IFLScience e Live Science 

Imagem: Shutterstock.com