ESPAÇO

Estrela em forma de gota que pulsa de apenas um lado é encontrada pela primeira vez

Ao analisar dados do satélite TESS, da NASA, um grupo de astrônomos amadores percebeu algo inusitado. Eles notaram que um astro, batizado de HD74423, emitia uma curva de luz fora do comum. Eles encaminharam a descoberta para outros pesquisadores e a notícia acabou chegando em um cientista que há décadas procurava exatamente por algo assim: uma estrela que pulsa de apenas um lado.

Essa é a primeira vez que um fenômeno do tipo é descoberto. "Sabíamos teoricamente que estrelas como essa deveriam existir desde os anos 1980", disse Donald D.Kurtz, professor de astronomia da Universidade de Central Lancashire, na Inglaterra. "Procuro uma estrela assim há quase 40 anos e agora finalmente encontramos uma", completou.

A HD74423 está situada em um ponto da Via Láctea a aproximadamente 1500 anos-luz da Terra. De acordo com os pesquisadores, a estrela tem 1,7 vezes a massa do sol. Ela apresenta forma de gota justamente por pulsar de apenas um lado. 

As estrelas que pulsam são um tipo de objeto astronômico que aumentam e diminuem de tamanho periodicamente, o que causa mudanças em seu brilho. O que elas têm em comum é que essas oscilações são vistas em todos os lados da estrela. Mas isso não acontece com a HD74423, pois ela pulsa em apenas um de seus hemisférios.

Os cientistas identificaram a causa dessa incomum pulsação unilateral: a estrela faz parte de um sistema binário de estrelas juntamente com uma anã vermelha. Os dois objetos orbitam entre si a cada 1,6 dia. De acordo com os pesquisadores, é a anã vermelha que distorce as oscilações da HD74423 com sua força gravitacional, causando o fenômeno. Embora essa seja a primeira estrela do tipo a ser observada, os autores da descoberta acreditam que deve haver muitas outras e que os dados do satélite TESS ajudarão a identificá-las.


Fontes: Newsweek e Universidade de Sidney

Imagem: Gabriel Pérez Díaz (IAC), via Universidade de Sidney