CIENCIA

Estudo revela que podemos lembrar de fatos que não aconteceram

Um estudo realizado por cientistas da Universidade de Warwick, no Reino Unido, revelou que mais de 50% da população está suscetível a lembrar acontecimentos que nunca ocorreram de fato.

Isso é o que explica o relatório publicado pelo site Science Daily.

Os pesquisadores analisaram a reação de 400 pessoas à implantação de falsas lembranças, como a história de uma viagem de balão na infância, a brincadeira com um professor na escola ou uma briga em uma festa de família. Surpreendentemente, após serem expostos à narração de um fato ficcional, 30% dos participantes lembraram o acontecimento como se fosse real, e outros 23% afirmaram acreditar parcialmente na sua veracidade.

A pesquisa poderá lançar luz sobre aspectos inexplorados da percepção humana. A construção da memória é um fenômeno complexo, no qual fatores emocionais, cognitivos e ambientais se combinam. Os especialistas acreditam que estudos como esse não só permitem compreender melhor a psique, mas que são de grande utilidade em processos terapêuticos e até mesmo judiciais.

 


Fonte: RT
Imagem: agsandrew/Shutterstock.com