GUERRAS MUNDIAIS

Exposição mostra fotos originais e em cores da Primeira Guerra Mundial

A Grande Guerra, que aconteceu entre 1914 e 1918, sempre chegou até nós viajando através do tempo, sem cores. As imagens reais nos mostram todo o horror da guerra, mas com um distanciamento inegável: o preto e branco, razão pela qual não podemos vê-las como se estivéssemos ali. Encarando essa problemática e com o objetivo de convidar os espectadores a imergir mais profundamente na realidade da Grande Guerra, a galeria Bilderwelt, de Berlim, realizou a mostra "A Grande Guerra em cores: Fotografias". A mostra consiste em 100 fotografias tiradas durante a guerra em várias frentes, da França à Palestina. Essas fotografias, registradas pelos repórteres franceses Jules Gervais-Courtellemont, Léon Gimpel e Fernand Cuville; o alemão Hans Hildebrand; e os australianos Frank Hurley e Hubert Wilkins, foram originalmente trabalhadas com cores para retratar a realidade cromática de cada situação, aproximando de forma chocante o palco e os personagens desta guerra iniciada há um século.

As técnicas utilizadas na época eram o autocromo, baseado em uma placa de vidro com um mosaico de grãos de amido, pintados de laranja, verde e roxo; o fotocromo, impressão a cores em negativo preto e branco; e o tricromo, método de reprodução de cores a partir da estampagem sucessiva de vermelho, verde e azul. Essas técnicas eram muito caras para serem utilizadas em massa, ou periodicamente, e, por isso, eram utilizadas apenas em ocasiões para registro específico (a pedido dos exércitos ou para imagens destinadas a arquivos importantes). A mostra representa uma extraordinária compilação dessas raridades históricas.

Fonte e imagens:

InfoBae