DOENÇAS

Garota nos EUA morre por causa da "ameba comedora de cérebros”

Lauren Seitz, de 18 anos, morreu recentemente de uma infecção causada pela ameba Naegleria fowleri, também conhecida como “ameba comedora de cérebros”.

A jovem, que fazia uma viagem religiosa pela Carolina do Norte, nos EUA, foi infectada quando o barco em que navegava junto com outros adeptos da sua congregação virou no National Whitewater Center, em Charlotte. O Departamento de Saúde e Serviços Humanos da Carolina do Norte confirmou sua morte.

Apesar de a Naegleria fowleri viver em vários rios e lagos de água doce, desde 1962, só foram relatados 138 casos de pessoas infectadas pelo parasita em território norte-americano.

A ameba entra no corpo pelo nariz, de onde migra para o cérebro, causando uma Meningoencefalite Amebiana Primária, que destrói o tecido cerebral.

Os primeiros sintomas se manifestam cinco dias após a infecção e incluem náuseas, vômitos e dor de cabeça. Uma vez iniciado o processo sintomático, a doença evolui rapidamente, provocando a morte da vítima em menos de uma semana.


Fonte: The Guardian

Imagem: CDC.gov/Domínio Público via Wikimedia Commons