Uma Ideia

HISTORY lança 3a edição do concurso Uma Ideia para Mudar a História

Algumas vezes, o que falta para uma boa ideia mudar o mundo e fazer história é um grande empurrão; e o HISTORY está apoiando ideias que podem fazer essa diferença.

Algumas delas deram tão certo que foram elogiadas, recentemente, pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Pela terceira vez, o HISTORY está realizando a 3a. edição do concurso "Uma Ideia para Mudar a História", que distribui um total de US$ 140 mil em prêmios aos cinco primeiros colocados. O concurso ainda não está disponível para o Brasil, mas já vem mostrando grandes resultados nos países da América Latina, onde é realizado, pela imensa participação de inscritos nas suas duas primeiras edições. Já foram mais de 7 mil ideias inscritas e 200 mil votos do público para ajudar na escolha dos vencedores.


Elogio de Obama

No primeiro ano do prêmio, em 2014, o vencedor foi o colombiano Wiesner Alfonso Osorio com o seu gerador de energia a partir da combustão de HHO, obtida por eletrólise de energia solar.

No ano passado, o ganhador foi o argentino Gino Tubaro com suas próteses de dedos, mãos, braços e antebraços produzidas em impressoras 3D.Gino foi citado por Obama como um exemplo a ser seguido, assim como iniciativas que investem nas ideias inovadoras de jovens como ele:

"Gino construiu uma prótese muito mais barata e assim Felipe (um garoto que já recebeu uma das próteses de Gino) pode andar de bicicleta, pescar e fazer as coisas que todos os meninos fazem. Desta forma, mais de mil pessoas lhe pediram ajuda. Isso é possível quando investimos nos nossos jovens", disse Obama, durante um discurso para aproximadamente mil jovens empreendedores e profissionais, convocados pela embaixada dos EUA, durante a visita do presidente norte-americano à Usina del Arte, na Argentina.



"Estamos muito orgulhosos em continuar nosso compromisso social através da plataforma de Uma Ideia para Mudar a História. Esta iniciativa nos permite continuar a atrair o interesse de milhares de inovadores sociais em nossa região e continuar a fomentar a criatividade e o desenvolvimento de ideias que têm impacto social real", disse Eduardo Ruiz, presidente e CEO da A+E Networks Latin America.


Fases do concurso

Na primeira fase do concurso, os projetos inscritos passam por uma comissão julgadora de renomados especialistas - veja mais abaixo - que decidirão os 10 semifinalistas. A partir daí, o público poderá eleger os cinco finalistas. O grande vencedor será conhecido no dia 5 de dezembro. Mais informações no site do concurso (em espanhol)

Embaixadores:
Axel – cantor argentino.
Taliana Vargas – ativista social, atriz, apresentadora e modelo colombiana.
Javier Poza – comunicador de rádio e TV mexicano.


Comissão julgadora:
Nora Bär - jornalista e editora de ciência e saúde do jornal La Nación (Argentina).
Emilia Díaz - Fundadora e CEO da Kaitek Labs (Chile).
Alejandro Franco Restrepo - diretor executivo Ruta N (Colômbia).
Dr. Emilio Sacristán Rock - diretor do Centro Nacional de Pesquisa em Imagem e Instrumentação Médica UAM-Iztapalapa (México)
Dr. Bernardo González-Aréchiga - reitor da Universidade do Valle de México (UVM).