IGREJAS

Incêndio na Catedral de Nantes, na França, pode ter sido criminoso

A Catedral de São Pedro e São Paulo, em Nantes, na França, foi atingida por um incêndio neste sábado. As chamas foram controladas rapidamente e não houve feridos. Autoridades investigam o caso e suspeitam que o fogo pode ter começado de forma criminosa.

As chamas provocaram danos materiais na igreja, construída no século XV. Antigos vitrais e um órgão histórico foram destruídos. Três focos de incêndio foram detectados na Catedral e as autoridades tratam o incidente como um ato criminoso.

Ano passado, um outro incêndio quase destruiu a Catedral de Notre-Dame, em Paris. "Depois de Notre-Dame, a Catedral de São Pedro e São Paulo está em chamas. Vamos dar nosso apoio aos bombeiros que estão correndo todos os riscos para salvar a joia gótica”, disse o presidente Emmanuel Macron no Twitter. Mais de cem bombeiros trabalharam durante horas para conter as chamas. 

Felizmente os danos não foram tão graves quanto se temia inicialmente. “Não é algo comparável a Notre-Dame. O telhado não foi atingido”, disse Laurent Ferlay, comandante dos bombeiros. A Catedral de Nantes já havia sido atingida por um incêndio em 1972. Além disso, a igreja foi parcialmente destruída durante a Segunda Guerra Mundial.


Fonte: The Guardian

Imagens: Police Nationale 44/Twitter/Reprodução