Antigo Egito

Lâmpadas de Dendera: é possível que a energia elétrica existisse no Antigo Egito?

Um desenho gravado em um dos templos dedicado à deusa Hator, do Antigo Egito, é conhecido como “Lâmpadas de Dendera”. Isso porque dois objetos retratados se parecem com lâmpadas com um filamento elétrico dentro delas. A descoberta deu início a uma teoria da conspiração defendendo que no Antigo Egito já se empregava algum tipo de eletricidade.

Entre os que adotaram essa teoria está Erich von Däniken, autor do controverso livro "Eram os Deuses Astronautas?". Já os historiadores especialistas no Antigo Egito interpretam a imagem da estrutura em forma de bulbo como sendo o útero de Nut, a deusa do céu, que também é uma representação comum da noite. Segundo eles, o desenho pode representar o sol nascente percorrendo a noite. 

Inscrições em volta da "Lâmpadas de Dendera" reforçam essa interpretação, já que elas se referem ao sol nascente que brotará de uma flor de lótus na forma do deus-serpente Semataui. Mesmo com a explicação dos egiptólogos, os desenhos continuam gerando controvérsias. Muitos teoristas da conspiração não se convencem da hipótese apresentada pelos historiadores, preferindo acreditar que os antigos egípcios dominavam a tecnologia da energia elétrica. Apesar disso, não existem evidências científicas que apontar para essa possibilidade.


Fonte: Atlas Obscura

Imagens: Alf K. e Twthmoses, via Wikimedia Commons