bb king

Lenda do Blues, BB King dá o seu adeus aos 89 anos

King era seu nome real, mas também parte de seu apelido: "The King of the Blues". Integrante do Hall da Fama do Rock and Roll desde 1987, morreu nesta madrugada uma verdadeira lenda do Blues, o músico BB King, aos 89 anos, em Las Vegas. No começo do último mês, o guitarrista foi hospitalizado por conta de uma desidratação causada pela diabetes tipo 2, da qual sofria há mais de 20 anos. BB King retornou ao hospital havia poucos dias.

Nascido Riley B. King, no dia 16 de setembro de 1925, no Mississippi, o guitarrista, compositor e cantor, ficou conhecido aos 25 anos, quando tocou no programa de rádio de Sonny Boy Williamson. O locutor pediu aos ouvintes que dessem sua opinião sobre o desempenho do convidado. As linhas telefônicas ferveram, o público estava fascinado.

Seis anos depois, o rei comprou um ônibus velho e começou a excursionar pelo país para apresentações, algo que ele fez o resto de sua vida. Mesmo depois de se tornar uma celebridade admirada em todo o mundo, continuou a fazer entre 200 e 300 shows por ano. Em quase 60 anos de carreira, gravou mais de 50 discos. Entre suas músicas marcantes estão “Three o’clock blues”, “The thrill is gone”, “When love comes to town”, “Payin’ the cost to be the boss”, “How blue can you get”, “Everyday I have the blues”, “Why I sing the blues”, “You don't know me”, “Please love me” e “You upset me baby”.

Mesmo com mais de 80 anos de idade, apesar de alguns problemas de saúde, ele manteve o ritmo de 100 shows por ano. Apaixonado pelo blues e pelo seu público, King introduziu em sua música elementos do jazz, swing e pop, e não se privou de tocar em todos os cantos do planeta. Seu talento, estilo único e a influência que teve sobre todos os músicos de blues que o sucederam, foi reconhecida por unanimidade pela crítica, o que lhe rendeu vários prêmios, incluindo o Prêmio Polar da Real Academia Sueca de Música, Medalha Presidencial da Liberdade do Governo dos Estados Unidos, e um Doutoramento Honorário de Música da Universidade de Yale.

Imagem: Ferenc Szelepcsenyi / Shutterstock.com