meio ambiente

Mais de 350 elefantes morrem misteriosamente no sul da África

Pesquisadores estão intrigados com a morte misteriosa de elefantes em Botsuana, no sul da África. Mais de 360 animais foram encontrados mortos no país nos últimos três meses. O caso está sendo classificado por especialistas como um desastre ambiental.

De acordo com relatos, 70% das carcaças desses elefantes foram localizadas perto de poços de água. As autoridades do país ainda não fizeram exames nos corpos dos animais para determinar as causas da morte. Cientistas apontam que as duas hipóteses mais prováveis são envenenamento ou algum patógeno desconhecido.

Tanto elefantes machos quanto fêmeas estão entre os mortos. Alguns elefantes foram vistos andando em círculos, o que é uma indicação de comprometimento neurológico. Como diversos paquidermes vivos mostram sinal de fraqueza, os pesquisadores acreditam que deve haver mais mortes nas próximas semanas.

"É terrível - precisamos saber o que diabos está acontecendo", disse Niall McCann, diretor de conservação da instituição britânica National Park Rescue. O ambientalista criticou as autoridades do país pela demora na realização de testes para determinar a causa das mortes dos elefantes. Especulou-se que até mesmo a COVID-19 poderia estar por trás da tragédia ambiental, mas especialistas acreditam que isso seja improvável.


Fontes: The Guardian e CNN 

Imagem: Shutterstock.com