sexualidade

Médico pioneiro na defesa da diversidade sexual foi alvo da fúria de Hitler

Nascido na Prússia em 1868, o médico Magnus Hirschfeld foi um pioneiro nos estudos e na defesa da diversidade sexual. Judeu e homossexual, ele deixou a Alemanha quando o nazismo estava em ascensão. Mesmo em sua ausência, o instituto que fundou foi alvo da violência do Terceiro Reich.

Hirschfeld acreditava que o entendimento científico sobre a sexualidade promoveria uma maior tolerância em relação a minorias sexuais. Em 1897 ele fundou o Comitê Científico Humanitário. O objetivo do grupo era lutar pelos direitos dos homossexuais e contra o "Parágrafo 175", um artigo do código penal alemão que criminalizava a homossexualidade. Na mesma época, ele publicou um panfleto anônimo abordando a homossexualidade masculina e feminina.

Nos anos seguintes, Hirschfeld liderou importantes estudos sobre variantes da sexualidade. Além disso, ele acompanhou de perto algumas das primeiras cirurgias de redesignação sexual. Em 1919, ele abriu em Berlim o primeiro instituto de sexologia do mundo. Seu ativismo atraiu a ira do movimento nazista, que começava a tomar força. Em 1920, ele foi atacado de forma brutal por membros do partido.

Com o nazismo conquistando poder, as perseguições ao seu trabalho foram aumentando. Ele chegou a ter palestras interrompidas por seguidores de Adolf Hitler. Como forma de resistência, em 1928 ele fundou a Liga Mundial para a Reforma Sexual, entidade que tinha como objetivo a promoção de conferências em todo o mundo. Em 1932, após uma viagem internacional para difundir suas ideias, ele foi impedido de voltar à Alemanha.

O ataque final dos nazistas ao trabalho de Hirschfeld aconteceu em 1933. Naquele ano, o instituto que havia fundado foi invadido e destruído. Os livros de sua biblioteca foram queimados e, algum tempo depois, vários de seus pacientes foram levados para campos de concentração. O médico morreu de infarto em 1935, em Nice, na França, para onde havia se mudado.

[VÍDEO RELACIONADO: Homossexualidade na Bíblia - Rei Davi]


Fontes: Universa e Britannica

Imagem: Wellcome Images, via Wikimedia Commons