PROJETO LIVRO AZUL

A "Noite Oficial dos Óvnis" continua a ser um dos maiores mistérios ufológicos do Brasil

Um dos maiores mistérios ufológicos dos Brasil aconteceu em 19 de maio de 1986, em São José dos Campos (SP). Foi quando 21 pontos luminosos foram avistados no céu da cidade. O evento ficou conhecido como "Noite Oficial dos Óvnis".

Nova série: PROJETO BLUE BOOK, SÁBADO, ÀS 22h30

Naquele dia, por volta das 20h, o Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA) confirmou a presença de objetos voadores não identificados no local e logo depois pediu para o piloto Alcir Pereira da Silva, que fazia uma rota próxima ao local, verificar a situação. Ele pilotava um avião Xingu da Embraer, que levava o fundador da empresa, o coronel Ozires Silva (que na época era presidente da Petrobras). O coronel, o piloto e demais tripulantes da aeronave afirmaram que avistaram objetos luminosos brilhantes e de cor alaranjada.

Ao se aproximar de um dos objetos, ele se afastou em alta velocidade. Depois disso, a Força Aérea Brasileira decidiu intervir, enviando cinco caças para o local. As aeronaves perseguiram os óvnis durante quatro horas.

Na época, o Ministério da Aeronáutica convocou uma entrevista coletiva para tratar sobre o caso. Logo depois, o órgão produziu um dossiê que foi mantido sob sigilo por quase 30 anos. O documento, que reúne depoimentos das testemunhas, concluiu que “os fenômenos eram sólidos e refletem de certa forma inteligências, pela capacidade de acompanhar e manter distância dos observadores”. Até hoje o caso é considerado inconclusivo. Confira abaixo um dos documentos do dossiê e uma reportagem televisiva da época do fênomeno:


Fontes: G1 e R7

Imagem: Reprodução/YouTube