teorias da conspiração

Nova interpretação do calendário maia sugere que o fim do mundo será na próxima semana

Nos primeiros anos do século XXI começou a circular uma tese que previa o fim do mundo para 21 de dezembro de 2012. O boato era baseado em interpretações do calendário maia, que supostamente terminava naquela data. O apocalipse não chegou naquele dia, mas a teoria da conspiração está de volta. Postagens em redes sociais sugerem que houve um erro de cálculo e que na verdade o mundo acabaria em 21 de junho de 2020.

Segundo o tabloide sensacionalista britânico The Mirror, o "cientista" Paolo Tagaloguin teria postado o seguinte no Twitter: "seguindo o calendário juliano, estamos tecnicamente em 2012 ... O número de dias perdidos em um ano devido à mudança para o calendário gregoriano é de 11 dias. Os 268 anos usando o calendário gregoriano (1752-2020) multiplicados por 11 dias = 2.948 dias. 2.948 dias / 365 dias (por ano) = 8 anos". Haveria algum fundamento nisso?

Em primeiro lugar, não há informações confiáveis a respeito da existência de algum cientista chamado Paolo Tagaloguin. Nem mesmo a conta de Twitter atribuída a ele, onde teria sido postada a teoria, existe (e se existiu, foi deletada). A própria matéria original do The Mirror, postada originalmente no dia 12 de junho, não está mais no ar.

Em segundo lugar, os próprios cálculos da teoria da conspiração estão errados. Durante a mudança do calendário juliano para o gregoriano, realmente houve a subtração de 11 dias, mas isso só aconteceu uma vez. Ou seja, não foram removidos 11 dias do calendário anualmente desde 1752. Além disso, a data de 21 de dezembro de 2012 já estava convertida do calendário juliano para o gregoriano no calendário maia usado na previsão original, então nada nessa história faz sentido.

Finalmente, nem mesmo a interpretação de que o calendário maia tivesse previsto o fim do mundo para 2012 estava correta. O povo pré-colombiano usava unidades de tempo diferentes das nossas. A data que equivaleria a 21 de dezembro de 2012 seria apenas uma virada de calendário, marcando o início de um novo ciclo de tempo (algo como a passagem de 1999 para 2000).


Fonte: SyFy

Imagem: Shutterstock.com