ISRAEL

"Nova York da Idade do Bronze": cidade de 5 mil anos é descoberta em Israel

A Autoridade de Antiguidades de Israel (AIA) divulgou a descoberta dos restos de uma cidade construída há 5 mil anos. Trata-se de um achado de grande importância, já que é uma das maiores e mais antigas cidades do Oriente Médio encontradas até hoje.

Os arqueólogos acreditam que em seus tempos de esplendor a cidade tenha sido “a Nova York da Idade de Bronze”. No sítio arqueológico, pode-se ver que “trata-se de uma construção urbana enorme, planejada, com ruas que separam áreas residenciais e espaços públicos”, segundo afirmou Yitzhak Paz, um dos arqueólogos responsáveis pela descoberta.

Sua área é de 650 mil metros quadrados, o dobro de outras cidades descobertas até hoje que datam da Idade de Bronze. Calcula-se que entre 5 mil e 6 mil pessoas habitavam o local, e que elas se dedicavam ao comércio e à agricultura.

Também foram encontrados cerca de 4 milhões de fragmentos de cerâmica, ferramentas de sílex e vasos de pedra e basalto, parte deles vinda do Egito. Os arqueólogos acreditam que uma grande bacia de pedra que havia no local pode ter sido usada durante rituais religiosos.  Segundo os especialistas,  descoberta da cidade muda radicalmente os conhecimentos sobre os habitantes da histórica terra de Canaã, que incluía os atuais Israel, Palestina, parte do Líbano, Síria e Jordânia.

 

 


Fontes: CNN e Live Science

Imagens: Autoridade de Antiguidades de Israel/Reprodução