saúde

O estranho caso do homem que fica bêbado porque seu organismo produz álcool

Um homem de 46 anos apresentou estranhos sinais de embriaguez durante seis anos, mesmo sem consumir álcool. Certa vez, ele chegou até mesmo a ser detido por dirigir alcoolizado. É claro que os policiais não acreditaram quando ele alegou que estava sóbrio. Ao procurar assistência médica, ele descobriu que seu próprio organismo era o responsável pelos sintomas de bebedeira. O caso foi relatado recentemente pela publicação científica The British Medical Journal.

Após o incidente com a polícia, uma tia do homem lembrou que tinha lido a respeito de alguém que sofria de um problema chamado auto-brewery syndrome (ABS, ou síndrome da autocervejaria, em tradução livre). Ela então convenceu o sobrinho a procurar os médicos que trataram desse caso, em Ohio, nos Estados Unidos. O homem passou por exames médicos que revelaram que seu intestino era o lar de uma colônia de fungos, incluindo o Saccharomyces cerevisiae, mais conhecido como levedura de cerveja. Essas criaturas microscópicas consomem carboidratos para obter energia em vez de oxigênio, produzindo etanol (o tipo de álcool que bebemos) como subproduto.

O homem apresentava esses sintomas sempre após as refeições. O efeito surge justamente quando seus portadores consomem alimentos e bebidas açucarados ou ricos em carboidratos. Após a ingestão, eles apresentam um estado de embriaguez, como se tivessem bebido muitas cervejas, segundo os médicos. O paciente em questão apresentava sinais de agressividade e certa vez chegou a ter uma hemorragia cerebral após uma queda causada pelo estado de torpor.

Os sintomas do paciente começaram a se manifestar depois que ele tomou antibióticos em 2011 após uma "lesão traumática complicada no polegar", de acordo com o relatório dos médicos. A medicação provavelmente afetou a comunidade de microrganismos, como bactérias e fungos, que vive nos intestinos. Casos anteriores de síndrome de autocervejaria foram causados pelo fungo Saccharomyces, mas não está claro qual é o mecanismo que permite que esses micróbios se estabeleçam dentro de um sistema digestivo saudável.

Mesmo após receber tratamento antifúngico e ser submetido a uma dieta sem carboidratos, o homem ainda relatava crises de embriaguez espontânea. Ele só apresentou melhoras depois de passar por um tratamento no Richmond University Medical Center, em Nova York. A terapia foi bem-sucedida em livrar o intestino do paciente dos micróbios responsáveis pelos sintomas. O paciente recebeu então probióticos para promover o crescimento de bactérias intestinais benéficas. Lentamente, o homem conseguiu incorporar carboidratos de volta à sua dieta.


Fontes: Live Science e Insider

Imagem: Shutterstock.com