MEDICINA

O nanorrobô que pode dar uma ajudinha aos espermatozoides preguiçosos

Os espermatozoides “preguiçosos” são a principal causa de infertilidade masculina. Apesar de as células serem perfeitamente saudáveis, sua motilidade é fraca.

No entanto, um revolucionário nanorrobô, criado por cientistas alemães, poderá ajudar os espermatozoides a fecundar um óvulo.

[VEJA TAMBÉM: A lente biônica que pode ser implantada em 8 minutos e dar supervisão humana]

Trata-se de um dispositivo minúsculo em forma de espiral, que mede 50 micrômetros de comprimento e 8 de diâmetro. Ele foi projetado para envolver a células e transformá-las em um espermatozoide motorizado e controlado remotamente por campos magnéticos.

Pesquisadores do Instituto de Nanociências Integrativas de Dresden, na Alemanha, conseguiram conduzir com sucesso os espermatozoides de um touro até o óvulo de uma vaca, como se dirigissem um submarino microscópico. Mas antes de realizar os primeiros testes em seres humanos, os cientistas pretendem fazer vários testes com outros mamíferos.

De acordo com seus inventores, além de ser uma alternativa para os tratamentos de inseminação artificial, esses nanorrobôs são capazes de administrar medicamentos em qualquer parte do corpo, especialmente em áreas onde possam existir tumores

 


Fonte: gizmodo.com

Imagem: Reprodução/YouTube