ESPAÇO

O que diz a mensagem que Carl Sagan enviou aos extraterrestres

Em março de 1972, a NASA lançou em direção ao espaço a sonda não tripulada Pioneer 10. Além de investigar o espaço, o equipamento também levava informações sobre o planeta Terra,  caso fosse interceptado por extraterrestres. Uma das pessoas convocadas para desenvolver essa mensagem foi o astrônomo Carl Sagan.

No ano anterior, Sagan e seu colega Frank Drake trabalharam juntos para elaborar uma mensagem interestelar que fosse transmitida de uma maneira direta e inequívoca. Eles partiram da premissa de que a matemática seria uma linguagem universal, de maneira que qualquer vida inteligente compreenderia.

Por isso, eles se dedicaram primeiramente a conceber a forma de comunicar aos extraterrestres de onde vinha a mensagem, já que o conceito “Planeta Terra” poderia não fazer sentido para outras civilizações. Para indicar aos extraterrestres de onde a mensagem havia sido lançada, os cientistas criaram um mapa que mostrava a localização de 14 pulsares em relação ao Sol.

Cada uma das linhas desenhadas indicava a direção e a distância de um pulsar do Sol. Como há muitos pulsares no Universo, eles anotaram em números binários a frequência de pulsos que, por serem distintos, serve para identificá-los. Ao alcançar outras vidas inteligentes, os alienígenas saberiam que a mensagem teria vindo do nosso sistema solar.

Além disso, foram incluídos desenhos que retratavam seres humanos. Após a conclusão da arte, surgiram questionamentos sobre o fato de que a figura feminina parecia submissa ao homem. Outro fato que gerou debate dizia respeito aos detalhes anatômicos que seriam retratados na ilustração. A NASA estava preocupada que alguns congressistas dos EUA pudessem considerar as figuras nuas como uma forma de pornografia.

Após o debate sobre como apresentar o ser humano à civilizações desconhecidas, a Pioneer 10 decolou da Flórida levando a placa criada pelos cientistas em sua viagem pelo espaço. Em 13 de junho de 1983, chegou à última fronteira, Plutão, e a cruzou. A sonda enviou sua última mensagem em 22 de janeiro de 2003 e nunca mais se soube dela e nem da placa enviada.


Fonte: BBC

Imagens: NASA Ames Resarch Center (NASA-ARC), via Wikimedia Commons e Michael Okoniewski, via Wikimedia Commons

.