DINOSSAURO

Pesquisadores exploram rituais sexuais dos dinossauros

Pesquisadores da Universidade de Denver, do Colorado, estão tentanto reconstruir uma dança frenética de acasalamento realizada por bestas predadoras de até 14 metros de altura.

[VEJA TAMBÉM: A selfie tirada num dos lugares mais sinistros do mundo] 

O artigo, publicado pela revista Nature, explica que isso acontecia com os tetrápodes, dinossauros carnívoros que habitaram a Terra há 228 milhões de anos. Esses ancestrais das aves modernas cavavam a terra com as garras de suas duas patas para fazer buracos profundos que funcionariam como ninhos para seus pares. 

A revelação surpreendente resultou da descoberta de “riscos” de dois metros de profundidade em uma pedra. E, conforme explica o professor Martin Lockley, diretor de pesquisa da Universidade de Denver, esses animais, de tamanho semelhante ao tiranossauro Rex, reuniam-se em grupos e cavavam o solo enlouquecidamente para atrair os candidatos do sexo oposto. 

Os pesquisadores sugerem que tanto o ritual de acasalamento quanto a construção dos ninhos acabam por reforçar a conexão entre os tetrápodes e as aves modernas.


Fonte: BBC Mundo
Imagem: Catmando/Shutterstock.com