ROMA ANTIGA

Pintura que retrata luta sangrenta é encontrada em taberna de gladiadores em Pompeia

Arqueólogos fizeram mais uma grande descoberta nas ruínas de Pompeia. Agora, eles encontraram um afresco em cores vivas que retrata uma sangrenta disputa entre gladiadores. Os especialistas acreditam que a pintura decorava a parede de uma taberna frequentada pelos lendários lutadores da Roma Antiga.

O afresco mostra o fim brutal de uma batalha. Em pé, o vencedor segura o seu escudo, triunfante, embora ferido. Já o guerreiro derrotado é retratado em posição de queda, sem escudo e com sangue jorrando de várias partes do corpo. A pintura apresenta dois tipos de gladiadores, um mirmilão e um trácio. 

As ruínas da taberna onde a pintura foi encontrada ficam na região de Regio V, na parte nordeste de Pompeia. O afresco decorava uma parede que ficava embaixo de uma escada. Os arqueólogos acreditam que na parte superior do estabelecimento havia quartos nos quais os gladiadores se encontravam com prostitutas. 

"É muito provável que este local tenha sido frequentado por gladiadores", disse Massimo Osanna, diretor geral do Parque Arqueológico de Pompeia. Segundo ele, o local da descoberta fica próximo de onde se situava a caserna daqueles guerreiros. "Neste afresco é interessante ver a representação extremamente realista das feridas. Não sabemos qual foi o resultado final dessa luta. Você poderia morrer ou ser perdoado", completou.

Pompeia foi devastada pela erupção do Vesúvio, no ano 79 d.C. O vulcão espalhou cinzas, rochas e vapores vulcânicos pelo ar. Cerca de 20 mil pessoas morreram na tragédia.


Fontes: The Guardian e Live Science

Imagem: Parque Arqueológico de Pompeia/Divulgação