COMIDAS

Professor de Cambridge prepara refeição baseada em receita babilônica de 4 mil anos

 

Para passar o tempo durante a quarentena, um professor de biologia da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, resolveu cozinhar. Para isso, ele buscou inspiração nas receitas mais antigas do mundo. Os ingredientes e a forma de preparo dos pratos foram inscritos há 3770 anos em uma tabuleta de pedra na Babilônia.

O professor Bill Sutherland ficou sabendo a respeito das receitas em um livro da drª Moudhy Al-Rashid, historiada especialista na cultura da Mesopotâmia. Sutherland contou sua experiência no Twitter e os posts viralizaram. Ao todo, ele preparou quatro pratos. 

O primeiro prato é um ensopado de cordeiro. O segundo chama-se, tuh'u, feito à base de carne. O terceiro é um "desenrolado", prato sem carne, com alho-poró refogado e cebolinha, assado com migalhas de fermento. O último é chamado de caldo à elamita, uma sopa sem carne. Nessa receita, Sutherland substituiu um ingrediente. "OK, eu trapaceei e usei molho de tomate em vez de sangue de ovelha", brincou.

O professor disse que as receitas foram surpreendentemente fáceis de preparar. Segundo ele, todas levam muito alho-poró, cebola, alho e coentro, ingredientes que ele gosta."É a melhor refeição mesopotâmica que eu já comi", afirmou.


Fonte: Bored Panda

Imagem: Bill Sutherland/Twitter/Reprodução